Tipos de Yoga: qual o mais adequado para ti?

Quem disse que Yoga é sempre a mesma coisa, não podia estar mais enganado! Na realidade, são tantos os tipo de Yoga que podes experimentar, que te garantimos que pelo menos um deles te vai conquistar. Quer prefiras uma aula com uma vertente mais física ou procures uma aula relaxante e assente na meditação, há um vários tipos de Yoga que te podem encher as medidas. Se tens dúvidas sobre qual o melhor para ti, neste artigo exploramos sete tipos de yoga, em que é que consiste cada um e os seus benefícios. Com qual destes tipos de yoga vai ser “amor para a vida toda”?  

Hatha Yoga

A melhor forma de compreender o que é o Hatha Yoga é decompondo a palavra “hatha”. Neste sentido, “ha” significa sol e representa a alma (o sol do corpo). Enquanto “tha” corresponde à mente, isto é, à consciência. Assim sendo Hatha é a união da alma e da mente na busca da harmonia e do do equilíbrio entre as energias solar e lunar – o masculino e o feminino. Se vais fazer yoga pela primeira vez, o Hatha Yoga é a modalidade ideal para começar – e é perfeita para principiantes de qualquer idade. O Hatha Yoga foca-se nos exercícios de respiração, assim como nas práticas clássicas de alinhamento e de postura.  

Yoga Restaurativo

Este tipo de yoga é ideal se procuras um momento de relaxamento ao fim de um dia longo de trabalho ou se tens problemas em adormecer. O Yoga Restaurativo foca-se em cinco ou seis poses simples, cujo grande desafio é a capacidade de sustentar cada uma por um período de tempo superior. O grande objetivo no Yoga Restaurativo é relaxar, conectando corpo e mente. Além de estimular a respiração e desenvolver a musculatura, o Yoga Restaurativo é a prática ideal para quem precisa de aliviar o stress e descomprimir. E como aposta em poses simples é ideal para praticantes de todas as idades, género ou peso.  

Yin Yoga

Na prática, o Yin Yoga tem muitos pontos em comum como o Yoga Restaurativo, que mencionamos anteriormente, sendo por isso uma excelente prática para quem se está a iniciar como praticante de Yoga. No Yin Yoga também há a preferência por movimentos simples e fluídos, apostando forte na manutenção da postura. Todavia, aqui o tempo varia entre os 45 segundos e os dois minutos. O objectivo do Yin Yoga é incrementar uma maior flexibilidade e relaxamento do corpo, mas também da mente. Neste aspecto, o Yin Yoga é uma prática transformadora, pois é mais terapêutica, com um forte apelo à contemplação e meditação.  

Hot Yoga

Tal como o nome indica, este tipo de yoga é praticado em ambientes quentes, com temperaturas que oscilam entre 38 e os 40 graus. De todos os tipos de Yoga aqui mencionados, esta é uma das práticas mais recentes, tendo surgido nos anos 70 nos Estados Unidos. E, temos de dizer, que é também uma das mais divertidas! Graças ao calor na sala, os músculos facilmente relaxam, tornando a execução dos vários movimentos bem mais fácil e até menos arriscada, pois o risco de lesões é menor. Por essa razão, o Hot Yoga combina poses e movimentos mais dinâmicos. Graças ao calor, esta prática é ideal para desintoxicar o corpo e ainda beneficia a compressão dos órgãos internos. De forma natural, o Hot Yoga acaba também por reduzir o desgaste físico, melhorando a circulação sanguínea.  

Kundalini Yoga

Durante mais de sete mil anos, o Kundalini Yoga, também conhecido como Yoga da Consciência, foi um segredo muito bem guardado nos templos e mosteiros do Nepal e do Tibete. Além das tradicionais técnicas respiratórias, o Kundalini Yoga tem uma forte essência espiritual, aliando ao lado físico do yoga, à meditação e ao canto de mantras, como o“Sat Nam” (algo como “a verdade é a minha identidade”). Profundo, o Kundalini Yoga acredita na capacidade e força de cada um para eliminar os maus hábitos, incorporando novos na sua vida. Através da meditação, o Kundalini Yoga ajuda a fortalecer e alongar a musculatura, assim como o metabolismo, estimulando e sincronizando a capacidade respiratória e os sistemas nervoso e glandular.  

Ashtanga Yoga

A palavra certa para definir o Ashtanga Yoga será estrutura. Além da prática de yoga, o Ashtanga é uma forte filosofia, que se estende à forma como os seus praticantes encaram a vida e os seus desafios. O Ashtanga Yoga caracteriza-se pela prática fluída de exercícios e coreografias, que se coordenam na perfeição com a respiração. O método tem como objetivo a purificação do corpo e da mente, através de oito limbos:

  1. Yama: auto-disciplina
  2. Niyama: observância religiosa
  3. Asana: postura
  4. Pranayama: contenção da respiração
  5. Pratyahara: abstração dos sentidos
  6. Dharana: concentração
  7. Dhyana: meditação
  8. Samadhi: o estado de supraconsciência

Vinyasa Yoga

O Vinyasa Yoga é ideal se procuras algo mais físico. Obviamente que também neste tipo de yoga é importante criar uma conexão entre mente, corpo e respiração. Contudo o Vinyasa Yoga dá uma maior liberdade aos seus praticantes. Nesse sentido, cada instrutor de yoga pode criar uma coreografia com diferentes exercícios e poses adaptados ao grupo. A tendência que marca o Vinyasa Yoga é que os exercícios são feitos de forma crescente, aumentando, assim, o nível de intensidade ao longo da aula. Outras aspecto interessante deste tipo de yoga é que a prática não acaba com o fim da aula. Vários praticantes de Vinyasa Yoga dizem notar que acabam por empregar vários dos conhecimentos adquiridos nas aulas no seu dia-a-dia, sentindo um impacto real e transformador desta modalidade nas suas vidas.   De todos estes tipos de yoga qual foi o que mais te interessou? Ficaste com alguma dúvida? Podes sempre perguntar! E lembra-te: o Urban Sports Club permite-te experimentar vários tipos de yoga na tua cidade, dando-te acesso a vários estúdios de yoga em Lisboa com apenas uma mensalidade! Deste modo, podes ir experimentando até encontrar o teu tipo de yoga ideal! Depois disso, vais ver, vai ser para sempre!  

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostarias de saber mais sobre a oferta desportiva corporativa do Urban Sports Club?