Yoga vs Pilates: qual o mais indicado para os teus objetivos?

Yoga vs Pilates – quais as grandes diferenças entre estas duas modalidades tão populares? Serão assim tão semelhantes? Para além de serem ambos práticas físicas de baixa intensidade, têm quase tantas diferenças como semelhanças. Conhece-as aqui e descobre qual delas é mais indicada para o teu objetivo: perder peso, aliviar o stress, definir músculos ou melhorar a flexibilidade.  

Yoga: uma prática milenar, física e espiritual

Yoga vs Pilates diferencas

Mesmo que nunca tenhas tido uma aula de Yoga, saberás certamente que o lado espiritual desta prática é tão reconhecido como a sua parte física. Yoga é uma prática de mente e corpo, com uma história de 5000 anos e origem na antiga filosofia indiana. Vários estilos de Yoga combinam posturas físicas, técnicas de respiração, de meditação e relaxamento. Enquanto prática desportiva, o Yoga trabalha vários grupos de músculos de uma forma geral, mas através de movimentos fluídos, embora desafiantes por exigirem algum equilíbrio e flexibilidade. A concentração, ou foco, assim como a respiração são fundamentais à prática de Yoga e acompanham todos os movimentos. Entre vários outros benefícios, praticar Yoga contribui para melhorar:

  • a postura;
  • o equilíbrio;
  • a flexibilidade;
  • o sistema cardiorespiratório;
  • o sistema cardiovascular;
  • o sistema nervoso;
  • o funcionamento do aparelho digestivo;
  • o autoconhecimento e a paz interiores;
  • o sistema imunológico.

Devido à sua origem na filosofia e espiritualidade indianas, o Yoga é indicado para quem procura uma atividade física de baixo impacto e, acima de tudo, com uma componente espiritual, capaz de deixar uma sensação de bem-estar muito após o fim de uma aula. Se estás a pensar em experimentar uma aula de Yoga, vê aqui o que precisas de saber para começar.  

Pilates, uma forma relaxante de reabilitação

Yoga vs Pilates - qual o melhor

A origem do Pilates é mais recente que a do Yoga, tendo a sua fundação no início do século XX, pela mão do alemão Joseph Pilates. O fundador desta prática sofreu de doenças debilitantes durante a sua vida que o impossibilitavam de praticar desportos mais vigorosos, pelo que procurou desenvolver uma série de movimentos que o permitissem exercitar o corpo de forma segura, fortalecendo simultaneamente partes específicas do mesmo. Ao contrário do Yoga, que trabalha grupos de músculos de forma generalizada, o Pilates foca-se mais no alinhamento da coluna e no fortalecimento do core. É, por isso, uma prática desportiva muito indicada para quem sofre de artrite, de lesões nas articulações, de dor nas costas ou de outras patologias da coluna vertebral (como escoliose, por exemplo). Os seus movimentos mais estruturados, ajudam a:

  • Aumentar a força muscular;
  • Aumentar a resistência;
  • Melhorar a flexibilidade;
  • Melhorar a postura;
  • Melhorar o equilíbrio;
  • Melhorar o sistema cardiorespiratório;
  • Trabalhar a concentração;
  • Reduzir a dor nas articulações;

Apesar de não ter uma ligação espiritual, no Pilates continua a ser cultivado o equilíbrio entre corpo e mente, percebendo-se facilmente esta relação através – também – do foco na respiração.  

Yoga vs Pilates: qual o melhor para…

… perder peso? Se te inscreveste no Yoga ou no Pilates com o principal objetivo de perder peso, poderás ficar desiludido, uma vez que nenhuma destas modalidades queima muitas calorias. No entanto, se o teu objetivo é mais a longo-prazo e passa, inclusive, por uma mudança de mindset e por uma reeducação alimentar, qualquer uma destas práticas poderão ajudar-te e motivar-te a uma mudança mais permanente na tua vida.   … tonificar os músculos? O Pilates é muito eficaz na tonificação muscular, especialmente da zona abdominal! Se o teu sonho é ter uns abdominais de fazer inveja, mas não gostas propriamente de fazer os clássicos abdominais, as aulas de Pilates podem combinar o útil ao agradável. Através de exercícios desenvolvidos para trabalhar a área abdominal, verás a tua força e tonificação abdominal aumentarem sem (quase) dares por isso!   … aumentar a flexibilidade? Yoga poderá ser mais eficaz para desenvolver a flexibilidade generalizada do corpo e para relaxar, devido à sua ligação com a meditação. Tanto o Yoga como o Pilates oferecem melhorias no campo na flexibilidade para praticantes frequentes. Porém, aqui o destaque vai mesmo para o Yoga, que através de posições diversificadas fazem-nos “esticar” os nossos músculos, aumentando a sua amplitude de movimento e, consequentemente, a sua flexibilidade.   ….gestão de stress e ansiedade? O stress manifesta-se de variadas formas no nosso corpo e na nossa mente, desde dores de cabeça, a dores de estômago, problemas digestivos, tensão muscular, etc. Na gestão de estados de stress e de ansiedade, tanto o Yoga como o Pilates são ótimos, uma vez que ajudam a construir uma relação consciente entre o corpo e a mente. Durante estas aulas, com o seu ritmo lento e incentivo à concentração, à respiração e – no caso do Yoga – à meditação, estamos a criar um poderoso espaço para aprendermos a estar no momento, deixando as nossas preocupações fora da sala de exercício. Para além disso, aprendendo a respirar melhor, vamos fazer com que haja uma melhor oxigenação do nosso sangue. A respiração, bem feita, cria uma resposta fisiológica no corpo que reduz naturalmente o stress e a ansiedade.  

Yoga vs Pilates, qual escolher?

Agora é o momento da verdade; já conheces os principais benefícios de cada uma e já percebeste em que pontos são mais parecidas, bem como onde mais diferem. Então, agora… como escolher? Como quase em todas as escolhas que fazes no campo desportivo, tudo depende dos teus objetivos e da tua preferência pessoal. Porque não experimentas as duas modalidades? Localiza os estúdios de Yoga e de Pilates mais perto de ti com a aplicação do Urban Sports Club e testa uma aula de cada:

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostarias de saber mais sobre a oferta desportiva corporativa do Urban Sports Club?