5 formas de manteres a motivação para treinar

Quer seja verão, inverno, primavera ou outono, é importante treinares durante todo o ano. O corpo precisa de movimento e estímulo diariamente para se manter saudável. Mas sabemos que nem sempre é fácil encontrar a motivação certa para treinar… Ora porque o cansaço ou a preguiça apertam, ora porque está a chover ou demasiado calor, ora porque não tens companhia ou simplesmente não vês os resultados que pretendes tão rápido quanto gostarias.

Se calhar, nos últimos meses, a tua motivação não deu o ar de sua graça. Com a montanha-russa social, pessoal, profissional e emocional que todos vivemos, treinar pode ter sido a última das tuas preocupações. A motivação, se calhar, foi quase nenhuma e agora não sabes como retomá-la.

Ou, se calhar, até investiste em material para treinar em casa, encheste os armários com comida saudável e fizeste várias aulas online em directo. Entretanto até já poderás ter retomado as aulas presenciais ao ar livre e no ginásio!

A verdade é que a motivação para ficar em forma vem e vai – e isso é normal. Mas é importante encontrares um equilíbrio para poderes cumprir os teus objectivos e manteres um estilo de vida saudável a longo prazo. Por isso, hoje partilhamos contigo 5 formas para manteres a motivação para treinar em qualquer altura do ano

1. Estabelece objectivos mas sê flexível

É bom definir objectivos e metas a atingir, para saber qual o caminho a tomar. Quer seja ganhar massa muscular, perder massa gorda, manter o peso, ser mais flexível ou forte, aprender algo novo… os teus objectivos são só teus, e são eles que te vão motivar. Por isso, devem estar associados a sensações positivas. A ideia é que não penses no exercício físico como sendo uma tortura ou um frete. Deves associar o desporto a algo positivo para ti.

Pensa em como te sentes bem após o treino! Só isto já ajuda, muitas vezes, a dar aquele impulso que falta. A motivação deve ser honesta. Regras rígidas e impositivas podem funcionar durante algum tempo, mas depois disso voltarás a perder a motivação. Assim, estabelece objectivos mas sê flexível. Talvez não consigas atingir o que pretendes em 2 meses. Talvez precises de 3 ou 4. Ouve o que o teu corpo tem para te dizer e não te martirizes!

2. Escolhe os desportos certos para ti

Uma das melhores formas de manteres a motivação é a treinar algo de que realmente gostes. Não faças que não te entusiasma! Tens dezenas de actividades desportivas à tua disposição e só precisas de encontrar as que puxam por ti e te fazem suar. Quer seja yoga, artes marciais, natação ou cross training, o importante é encontrares algo que te faça querer ir a correr para a aula e que queiras praticar cada vez mais e mais. 

Aproveita e aposta numa rotina desportiva variada, para não sentires que estás sempre a fazer mais do mesmo. Com o Urban Sports Club tens acesso a +50 desportos diferentes em +500 parceiros entre Lisboa e Porto, portanto opções não te faltam!

3. Treina a tua mente

O treino mental consiste na alteração da estrutura da nossa forma de pensar. Com este treino, consegues associar a tua imaginação a certas emoções e sensações. Assim, podes criar motivação apenas através da imaginação – por exemplo, tendo em mente o teu objectivo. O que podes imaginar em pormenor, também podes alcançar! Só tens de trabalhar para que um certo imaginário evoque determinadas emoções.

Também ajuda teres em mente as perguntas certas. “Qual é exactamente o meu objectivo? Porque é que quero alcançar este objectivo? O que o torna diferente? Quais poderiam ser os próximos 3 passos para alcançar este objectivo”?

Assim, tanto o teu consciente como o teu subconsciente – tal e qual como um motor de busca – procurarão respostas. Automaticamente, concentrar-te-ás no resultado global que pretendes alcançar e nos passos necessários para lá chegares. E verás que a motivação será muito superior!

4. Motivação com companhia

O desporto em grupo é super motivador! A energia colectiva pode ser inebriante e levar-te mais longe do que nunca. Comprometemo-nos de forma muito diferente quando combinamos fazer desporto com amigos ou em grupo.

E por vezes nem é preciso um grupo grande, basta mais uma pessoa para puxar por ti. Partilhares os teus objectivos com um parceiro de treino pode ajudar-te, e muito, a atingi-los. É quase como se assumisses um compromisso extra!

Claro que isto não significa que tenhas de treinar sempre com alguém. Aliás, para fazeres exercício físico, só dependes de ti e de mais ninguém. Não caias no erro de pensar que, se o teu parceiro de treino não te pode acompanhar naquele dia, então também não vais treinar. Tu continuas a ser a pessoa responsável pela tua saúde!

5. Tudo conta, por isso não exijas demasiado de ti e dá tempo ao tempo

Planeares as tuas rotinas para incorporares momentos de treino ajuda bastante a manteres a motivação porque fará parte da tua agenda. E mesmo que não tenhas muito tempo, há vários treinos eficazes que podem fazer em curtos períodos de tempo, como HIIT. 

Mas exercitar o corpo nem sempre significa vestir roupa desportiva e trabalhar com pesos ou participar em aulas. Há várias estratégias que podes adoptar no teu dia-a-dia para te mexeres mais! É importante incorporares exercício suficiente na tua vida quotidiana e nas tuas actividades diárias. Por exemplo, em vez do elevador, opta pelas escadas. Em vez do carro, opta pela bicicleta. Em vez do sofá, vai dar uma pequena caminhada após as refeições.

Se tiveres um smartwatch, por exemplo, vais ver que a motivação aumenta ainda mais! Estes aparelhos estimulam-te a dar, pelo menos, 10.000 passos todos os dias. Ao acompanhares o teu progresso ao longo do dia no teu pulso, darás sempre uns passos extra para atingires o objectivo diário.

Como vês, nem todos os treinos têm de ser suado, mas o movimento geral conta. Estas pequenas mudanças são significativas e pouco exigentes, para que não tenha de ser “tudo ou nada”.

Para terminar não te esqueças da regra de ouro: descansar. Fazer pausas é essencial, tanto fisica como mentalmente. Precisas de recuperar energia para conseguires continuar. Se conscientemente tirares algum tempo para ti e te permitires algum descanso, terás mais motivação por mais tempo.

E se este tempo acabar por ser mais longo – de algumas semanas ou até meses -, não te preocupes. Podes recomeçar a qualquer momento com calma, foco, paciência e ainda mais motivação do que antes.

E a ti, o que te motiva?

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostarias de saber mais sobre a oferta desportiva corporativa do Urban Sports Club?